Índia anuncia nova data para a missão lunar após problemas técnicos

GSLV-Mk III - M1 / Chandrayaan-2
GSLV-Mk III – M1 / Chandrayaan-2

A Organização de Pesquisa Espacial Indiana (ISRO) anunciou a nova data de lançamento de sua missão Chandrayaan-2 na Lua, que foi forçada a abortar apenas 56 minutos antes do início da decolagem, na segunda-feira (15/07/2019).

O novo lançamento está programado para 14:43 hora local (09:13 GMT) em 22 de julho de 2019. O lançamento de segunda-feira foi adiado devido a um “problema técnico” de última hora que foi descoberto pouco antes da partida da espaçonave, mas o problema agora parece estar resolvido.

Logo após seu novo lançamento, a nave assumirá uma órbita de 170 x 40.400 km ao redor da Terra antes de conduzir uma série de manobras para colocar a nave Chandrayaan-2 em uma Trajetória de Transferência Lunar.

Chandrayaan-2
Configuração do Chandrayaan-2

Uma vez que a espaçonave esteja sobre o efeito gravitacional da Lua, os propulsores a reduzirão para que ela possa estabelecer uma órbita de 100 x 100 km em torno do satélite da Terra.

Então, no dia da aterrissagem, o módulo Vikram se separará do orbitador e executará uma série de manobras complexas e imagens antes de aterrisar em segurança e tornar a Índia a quarta nação a realizar com segurança uma aterrissagem suave na Lua depois dos EUA, a antiga União Soviética (URSS) e a China.

Em 2008, a missão Chandrayaan-1 da Índia não pousou na Lua, mas realizou extensas buscas por água na superfície lunar a partir da órbita lunar.

O mais recente rover indiano Pragyan sairá do local de pouso próximo ao pólo sul lunar e realizará experimentos na superfície por um período de um dia lunar, o que equivale a 14 dias terrestres. A missão inteira do orbitador deve durar um ano.

Fonte: RT

Um comentário em “Índia anuncia nova data para a missão lunar após problemas técnicos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *